julho 23, 2015

Monstros Gigantes — Kaiju: Como escrevi “O último café”

Eu queria uma cidade destruída, mas não queria mostrar sua destruição. Gosto do cenário dos escombros: esse cenário de civilização em ruínas, do fim dos empreendimentos […]
julho 22, 2015

Monstros Gigantes – Kaiju: Como escrevi “O melhor amigo”

Não costumo escrever fantasia nem ficção científica, então para essa coletânea eu escrevi um conto que está mais para o lado da comédia e do coming-of-age […]
julho 21, 2015

Samurais x Ninjas: Como escrevi “As Lanternas de Amaterasu”

Existe uma época do ano em que os deuses voltam a Izumo, o santuário da mais alta colina em Amaterasu. Na trilha para o templo, os […]
julho 21, 2015

Monstros Gigantes – Kaiju: Como escrevi “Os Grandes Antigos estão de volta”

Decidido a tentar uma vaga na coletânea, já havia relacionado algumas ideias acerca de criaturas monstruosas, mas nada que valesse o investimento em um enredo. Curioso […]