O Dragão e a Maçã
maio 9, 2012
"Dragões" – Coletânea – Guia para submissão de contos
maio 15, 2012

O Brasil Fantástico está chegando


Editora Draco divulga a capa da coletânea Brasil Fantástico.

Primeira parceria entre o Clube dos Leitores de Ficção Científica – CLFC e a Editora Draco, a coletânea, Brasil Fantástico – Lendas de um país sobrenatural, anunciará o nome dos contos selecionados no dia 15 de junho.  Foi um total de 84 submissões com contos de temáticas das mais variadas sempre envolvendo personagens da mitologia brasileira e suas influências da África e de Portugal. Participaram autores de vários estados do Brasil. Além disso, vieram submissões de outros países como Estados Unidos, Portugal e Cabo Verde.

Os organizadores são: o presidente do CLFC, Clinton Davisson, e a jornalista Grazielle De Marco. A última coletânea lançada pelo Clube foi em 2005, intitulada 20 Voltas ao Redor do Sol, para comemorar os 20 anos de fundação da entidade.

A capa é obra de Osmarco Valladão, indicado duas vezes ao troféu HQ Mix, que já fez parceria de sucesso com Clinton Davisson ao desenhar a capa de Hegemonia – O Herdeiro de Basten, já apontada pela crítica especializada como uma das mais bonitas da ficção científica nacional.

Segundo Clinton, o objetivo da coletânea é mostrar uma nova perspectiva das lendas do folclore nacional enfatizando o lado mais assustador dessa mitologia que é única. “O sucesso fora do país das histórias do norte-americano, Christopher Kastensmidt, baseado em figuras do Brasil, mostrou que nossa mitologia tem tudo para deslanchar. O saci, por exemplo, pode ser hoje visto como uma figura simpática, amiga do Pedrinho do Sitio do Pica-pau Amarelo, da obra maravilhosa de Monteiro Lobato. Mas por isso mesmo ele ficou estigmatizado como um monstrinho sem sal. Está na hora de lembrar que o saci nasceu como uma história de terror que assustou crianças durante mais de 300 anos no Brasil”, lembra Clinton, que elogiou a qualidade dos contos recebidos e afirmou que a selecionar os dez vencedores está sendo um grande desafio.

Já a jornalista Grazielle de Marco, é leitora assídua de livros de fantasia e ficção científica e ressalta o vasto caminho a ser explorado pela fantasia nacional levando em conta as diversas possibilidades que a mitologia brasileira, africana e portuguesa apresentam. “Eu já morei em Portugal e sei, por exemplo, que a Cuca, é uma história de terror lusitana, conhecida como A Coca, que migrou para Brasil. Apesar das recentes iniciativas de algumas editoras, o folclore nacional ainda é pouco explorado”, destaca.

Os organizadores também têm planos para fazer um filme curta metragem que servirá de divulgação para a obra. “Temos o roteiro, temos uma produtora de vídeo nos apoiando e temos a história certa. Mas vamos esperar a seleção final porque, até lá, todo o nosso foco está voltando a cumprir o prazo pré-estabelecido de entregar os dez contos selecionados”, explica Clinton.

O anúncio dos 10 contos selecionados será no próximo dia 15 de junho.

 

0 Comentários

  1. […] o nosso último post que você vê aqui, tivemos a chegada de mais uma organizadora, a pedagoga Maria Georgina de Souza, que formará o […]

  2. A capa esta perfeita! Otimo trabalho, uma arte fantástica!

  3. Oi, Antônio. Obrigado pela pergunta. O pseudônimo não impede de identificar pelo e-mail. Não é obrigatório criar mail falso e quase ninguém criou. Apenas mandou o texto assinado por pseudônimo.
    Aliás, mesmo que todos assinassem, optei por uma equipe na pré-seleção formada por pedagogas e jornalistas que nunca leram um livro do Fandom. Mesmo que eu passasse para elas o texto com nome, foto, endereço, telefone e filmagens dos autores, elas não saberiam de quem se trata.
    O resultado é que vem muito talento novo aí… 😉

  4. Antonio disse:

    Capa maravilhosa… Com certeza será o lançamento do ano em literatura fantástica… mas me digam uma coisa.. como sabem a localidade dos participantes (“Participaram autores de vários estados do Brasil. Além disso, vieram submissões de outros países como Estados Unidos, Portugal e Cabo Verde”) se os contos deviam ser enviados sem nenhuma informação dos participantes?? até mesmo os nomes eram pseudonimos.

  5. Difar disse:

    Ah se todos os autores brasileiros se ligassem para este filão de boas histórias que o nosso folclore pode dar! Eu prefiro o nosso Mapinguari ao Sasquatch americano!

  6. Julio Machado disse:

    Dizem que não se julga um livro pela capa certo?

    Pouco me interessa…. como faço para reservar um exemplar para mim? Quero comprá-lo com certeza. Existe algum sistema de reservas, algum cadastro que possa ser feito?

    Receio não poder acompanhar o BLOG e perder a oportunidade.

    Aguardo sugestões.

    JM

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Quando soltarmos a lista de autores e tivermos o original em mãos, vamos organizar a pré-venda. 😉 Abração

  7. Fernando Firpo disse:

    Gostei da capa e parabéns pela obra.
    Espero ansioso pela leitura dos contos.

  8. Raphael disse:

    Capa sensacional parabéns!

  9. V. Vitali disse:

    Gostei da capa. 🙂

  10. Capa excelente. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *