Draco na Feira Pop e Arts
fevereiro 6, 2019
Choque Literário – I Feira da Coesão Independente
fevereiro 14, 2019

Astrum Argentum de Aleister Crowley – Seleção de quadrinistas

Dando continuidade à nossa coleção “Escritores Malditos”, iniciada por Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, agora faremos uma homenagem à vida e à obra de um dos mais influentes magos de todos os tempos: Aleister Crowley. A Besta 666 e toda sua extensa (e obscura) bibliografia serão o tema da próxima coletânea de HQs de horror da Draco.

Buscamos histórias baseadas e inspiradas na obra e na vida do homem mais profano do mundo, Aleister Crowley, mas flertando com o cinema de post horror. Ou seja, não queremos adaptações fiéis de seus livros de ocultismo ou mesmo de sua obra literária, apenas novas roupagens mais assustadoras e macabras. Podem usar todo um leque de influências das novas expressões do gênero horror, como os filmes A Bruxa, A Dark Song, Hereditário, Mandy, etc. Porém, não deixem de oferecer o sabor de ser um quadrinho sobre os limites da magia, tanto explorados por Crowley. O tema central aqui é a bruxaria e a magia contemporânea.

Outra possibilidade é que você pode misturar com outros gêneros e subgêneros como ficção científica, fantasia, cyberpunk, steampunk, new weird etc. No entanto, nós priorizamos histórias ambientadas no Brasil ou com temáticas fortes dentro do nosso imaginário, trazendo mais elementos pros leitores se identificarem.

Dessa mistura, nós vamos criar a coletânea ASTRUM ARGENTUM DE ALEISTER CROWLEY, que será totalmente colorida e com capa dura. Quantas cores tem a magia?!

Referências

Como seria o universo mágicko de Crowley em uma HQ de horror com uma roupagem mais contemporânea e podendo ser ambientada no Brasil? E sempre buscando quebrar algo dentro da cabeça do leitor! Não esperamos menos do que isso em arrepiantes histórias em quadrinhos de horror com a pegada do pós-terror.

Aqui permitimos todos os caminhos: Tarot (Thoth), Thelema, bruxaria, Wicca (sim, ele escreveu um bocado de coisa), a escrita maluca dele e até mesmo sua impressionante história de vida. Só não pode esquecer de escrever usando como base o universo mágicko escrito e praticado por Crowley. O ideal é que escolha um elemento desses e trabalhe em cima para que sua obra apresente com força uma das características desse autor. Busque narrativas que causarão um desconforto absurdo no leitor, fazendo ele repensar sua própria realidade… Vamos priorizar quem seguir essa dica!

Algumas referências do que esperamos:

Cinema e televisão

Lucifer Rising (Kenneth Anger – esse é importantíssimo), A Dark Song (Liam Gavin), Hereditário (Ari Aster), A Bruxa (Robert Eggers), A Herança de Valdemar (José Luis Alemán), Suspiria (as duas versões), A Montanha Sagrada (Alejandro Jodorowsky), El Topo (Alejandro Jodorowsky), Mandy (sim, com Nicolas Cage), True Detective – 1ª Temporada, American Horror Story – Coven, O Mundo Sombrio de Sabrina, De Olhos Bem Fechados (Stanley Kubrick), Inauguration of the Pleasure Dome (Kenneth Anger), The Wormwood Star (Curtis Harrington), The Devils Rides Out (Terence Fischer), Haxan (Benjamin Christensen), Viagens Alucinantes (Ken Russell), House (Nobuhiko Obayashi), Invocation Of My Demon Brother (Kenneth Anger), Dionysus in ‘69 (Brian de Palma), The Man We Want to Hang (Kenneth Anger), Perdurabo (Carlos Atanes), Strange Angel (2 temporadas),  Chemical Wedding (Bruce Dickinson)…

Quadrinhos

Promethea (Alan Moore), Os Invisíveis (Grant Morrison), Sandman (Neil Gaiman), Nina & Tomas (Julia Bax), Aleister Crowley: Wandering the Waste (Martin Hayes e RH Stewart – saiu pela Veneta), Requiem (Pat Mils), Hellblazer, Batman – Asilo Arkham, Chilling Adventures of Sabrina, Aleister & Adolf (Douglas Rushkoff), Beasts of Burden (Jill Thompson), Pretty Deadly (Kelly Sue Deconnick), O Despertar de Cthulhu e Demônios da Goetia (ambos da Draco).

Literatura

Além de toda a obra de Aleister Crowley. Recomendamos também: Aleister Crowley & Dion Fortune (Alan Richardson), Aleister Crowley: A Biografia De Um Mago (Johann Heyss), Crowley-Pessoa: o Encontro (Alberto Marsicano), Secret Agent 666: Aleister Crowley, British Intelligence and the Occult (Richard B. Spence)…

Música

Led Zeppelin, Black Sabbath, Beatles (Sgt. Peppers), Raul Seixas (fase com Paulo Coelho), Ozzy Osbourne, Iron Maiden, Ministry, Behemoth, David Bowie, Marilyn Manson…

O importante é observar que não queremos a adaptação direta de nenhuma de suas obras, mas sim de obras criadas com inspiração no trabalho de Aleister Crowley. No entanto, como o texto dele está em domínio público, pode ser citado à vontade nas histórias (desde que a tradução seja original sua).

Poderão participar

  • Quadrinistas (roteiro + arte);
  • Duplas de criação (roteiristas + ilustradores);
  • Artistas solo (ilustradores ou roteiristas) – formaremos duplas entre ilustradores e  roteiristas de acordo com suas características.

Idade mínima

Não existe idade mínima, porém menores de idade deverão ter o contrato assinado pelos responsáveis legais.

Sobre os materiais para avaliação

Os roteiros e artes devem trabalhar elementos da vida e da obra de Aleister Crowley. Recomendamos que a pesquisa passe tanto por obras famosas quanto obscuras do autor. Queremos publicar o mais variado leque de histórias dentro do contexto do Crowley, a escolha de uma história com uma abordagem realmente inovadora e atraente para o público brasileiro terá nossa preferência na seleção. Queremos histórias em quadrinhos assustadoras e que esmiúcem o universo mágicko do homem mais profano do mundo.

Preferimos que as histórias se passem no Brasil, mas não vemos problemas em outros ambientes desde que a trama justifique essa localização.

Nosso foco é nas histórias inéditas e que não sejam séries que já estejam publicadas na web. Nosso objetivo é construir as histórias em conjunto com os autores, buscando profissionalismo e qualidade.

Não há preconceitos com estilos. Assim como esperamos roteiros bem narrados e diversificados, também aceitamos traços de todos os tipos. Dos mangás (Junji Ito) aos europeus (Dylan Dog) aos heroicos comics estadunidenses (Vertigo e nova Image). Ou nada disso, uma proposta única e típica dos brasileiros desbravando o universo das artes sequenciais. O formato do álbum é 17 x 24 cm, porém é obrigatório deixar sangrias de 0,5 cm em todas as páginas, além de respeitar uma margem interna de 0,5 cm para não colocar texto ou imagens importantes. As histórias serão COLORIDAS, isso quer dizer que todas as cores estão liberadas, mas o bom uso delas é importante fator narrativo e artístico.

Atenção! Todas as histórias começam em uma página ímpar e terminam em uma página par. Por isso, programem páginas duplas ou cenas de impacto com isso em mente.

As histórias do álbum são para um público adulto, portanto nudez e violência são permitidas, desde que façam parte do contexto e não sirvam simplesmente para chamar atenção.

Isso não é um concurso, mas uma seleção do que melhor atender aos interesses editoriais da Editora Draco. Parte das vagas já está pré-definida para autores da casa, portanto capriche e terá seu lugar entre nossos quadrinistas.

A coletânea terá 184 páginas, com 8 histórias de 20 páginas coloridas cada uma. Isso mesmo, o álbum todo será COLORIDO. A publicação terá o formato de álbuns para livrarias, ou seja, a ideia não é a distribuição em bancas, mas nas grandes redes de livrarias ou casas especializadas. E o prazo de entrega para as submissões vai até 11 de março de 2019.

Lançamento previsto para meados de setembro de 2019.

E-mail para envio das submissões: [email protected]

Resumo

Antologia: Astrum Argentum de Aleister Crowley

Organizador: Raphael Fernandes

Conteúdo: Histórias e ilustrações do gênero terror e de gêneros correlatos (pode misturar terror com fantasia, sci-fi, new weird, steampunk, história alternativa, cyberpunk, policial etc.), mas desde que relacionados com a vida e a obra de Aleister Crowley.

Formato da submissão: Envie a sua submissão por e-mail [email protected] em PDF ou imagens em JPG coloridas (no mínimo 150 dpi para avaliação e 300 dpi caso seja aprovado) com o assunto [Crowley]. Trabalhos aprovados terão orientação da EDITORA para fechamento de arquivos para a impressão em 4 cores.

PRAZO DE ENTREGA: 11 de março de 2019.

Modo de envio

QUADRINHOS: As páginas de quadrinhos da Draco têm a medida de 17 x 24 cm, porém é obrigatório deixar sangrias de 0,5 cm em todas as páginas, além de respeitar uma margem interna de 0,5 cm para não colocar texto ou imagens importantes. 4 cores.

ROTEIRO: As páginas de roteiro deverão ter indicação de QUADRO e BALÃO de acordo com a sua ordem de leitura. Ex.:

Página 1

Quadro 1: Personagem Joselito lendo na internet como enviar um quadrinho de horror para a editora Draco.

Joselito 1 – Ah, é assim que mando o material!
Joselito 2
Nem parece tão difícil!
REC
Com quem eu estou falando?

No seu email deve conter

Se for roteirista:

Logline de duas linhas e um resumo da história (contando tudo o que acontece, não um texto que instigue a leitura). Além disso, deve enviar também o roteiro completo que resulte em 20 páginas no resultado final. Ou seja, o roteiro é para produção de 20 páginas de HQs desenhadas. O roteiro deve ter formatação com indicações de balões e personagens aos quais se referem.

Se for desenhista:

Link para seu portfólio (podem ser algumas páginas de quadrinhos de amostra). Posteriormente, caso esteja pré-selecionado, vamos pedir um teste com algum roteiro aprovado.

Se for uma dupla ou um artista que escreva e desenhe:

O roteiro completo, mais três páginas coloridas finalizadas, acompanhadas de um link de portfólio atualizado de seu trabalho como desenhista.

Astrum Argentum de Aleister Crowley  – Roteiros, portfólio e artes até 11 de março 2019. Só pra deixar claro: se você só desenha, envie portfólio até a data acima; se apenas escreve, o roteiro deve ser entregue até a data; e se faz ou fazem ambos, mandem roteiro, artes e portfólio até a data final.

Lançamento previsto para meados de setembro de 2019.

Contrato e pagamento de direitos autorais: Autores e organizadores receberão 15 exemplares por história (ou oito para cada participante da dupla) ou porcentagem de 15% do faturamento líquido das vendas dividida entre as oito histórias (total de 1,9% do faturamento líquido) a serem acertados anualmente. Isso pensando em uma tiragem de mil exemplares, caso haja outras tiragens, pagaremos novamente essa colaboração com uma quantia referente à nova tiragem. Além disso, os autores têm sempre desconto de 40% para adquirir exemplares e revendê-los, caso queiram. Como todas as coletâneas da Editora Draco, não há cobrança nem obrigação de aquisição de exemplares aos autores.

Participe e faça parte da editora que é obcecada pelos talentos brasileiros e suas obras originais.

#DracoSpirit

14 Comments

  1. Jose Chaves disse:

    Bom dia, quando estará aberta a seleção para envia originais?

    • Blog da Draco disse:

      Bom dia, Jose!

      A seleção para essa obra se encerrou no dia 11/03, como consta no post. Não temos nenhuma outra obra com seleção aberta no momento. Muito obrigado pelo contato.

  2. Ney Game disse:

    Também enviei um roteiro para avaliação e como todos os envolvidos sigo na expectativa! De qualquer maneira, parabéns Draco!

  3. Daniel disse:

    Boa noite, há alguma previsão para resposta?

    • Blog da Draco disse:

      Bom dia, Daniel! Ainda não temos a previsão de quando divulgaremos os aprovados. Por favor, nos acompanhe nas redes sociais e aqui no blog, pois assim que houver a definição, avisaremos. Muito obrigado!

      • Daniel disse:

        Obrigado por responder <3, espero que gostem da história!

      • Olá Pessoal, boa noite,

        Alguma novidade sobre o resultado da seleção?

        Ansioso para saber se fomos contemplados com uma chance de mostrar nosso potencial.

        Grato desde já,

        José Carlos Belo

        • Blog da Draco disse:

          Sabe, José Carlos, nós estamos tão ansiosos quanto você!

          Temos avaliado muitos trabalhos e estamos bem empolgados com a qualidade deles. Assim que tivermos a definição, avisaremos por aqui e nas redes sociais.

          Grande abraço!

          • Nog disse:

            Sendo selecionado, ou não, foi uma oportunidade de trabalhar com um tema, e com foco em uma publicação de uma editora sólida. Ainda serei um bom roteirista, e sou grato pela oportunidade!

            Abrazzz!

          • Blog da Draco disse:

            Muito obrigado!

            Nos acompanhe nas redes sociais e por aqui: assim que tivermos o resultado da seleção, avisaremos.

            Fica bem.

          • Ok prezado, eu que agradeço pelo feedback.
            Abraço, Zé Carlos.

  4. Fernando disse:

    Qual será o valor pago por pagina para desenhistas, coloristas e capistas ?

    • Blog da Draco disse:

      Bom dia, Fernando! Conforme consta no post será da seguinte forma: “Contrato e pagamento de direitos autorais: Autores e organizadores receberão 15 exemplares por história (ou oito para cada participante da dupla) ou porcentagem de 15% do faturamento líquido das vendas dividida entre as oito histórias (total de 1,9% do faturamento líquido) a serem acertados anualmente. Isso pensando em uma tiragem de mil exemplares, caso haja outras tiragens, pagaremos novamente essa colaboração com uma quantia referente à nova tiragem. Além disso, os autores têm sempre desconto de 40% para adquirir exemplares e revendê-los, caso queiram. Como todas as coletâneas da Editora Draco, não há cobrança nem obrigação de aquisição de exemplares aos autores.”

      Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *