Draco na Bienal do Livro Rio de Janeiro 2019
agosto 26, 2019
Como eu escrevi “A Sombra da Colina do Rei”, por Diego Guerra
setembro 1, 2019

Tiago P. Zanetic fala sobre Opticus – Intervenções

O roteirista Tiago P. Zanetic está a toda nos últimos dias da campanha de financiamento coletivo da sua nova graphic novel Opticus – Intervenções, com desenhos de Mauricio Leone e cores de Rodrigo Fernandes, que conta a participação de Raphael Salimena na capa. Na história, por causa de uma intervenção cirúrgica, utilizando-se de nanobots, Dr. Théo torna-se capaz de enxergar diferentes versões da realidade.

Zanetic tem diversos trabalhos publicados. No campo da literatura, é autor da trilogia Onze Reis. Nos quadrinhos está presente em diversas publicações como: Gibi Quântico, O Rei Amarelo em Quadrinhos, Demônios da Goetia em Quadrinhos, Despacho, Kimera – A Última Cidade, Space Opera e Fome dos Mortos. Além de manter seu canal no YouTube em que aborda diversos temas, o Canal do Zanetic.

Vamos para um pequeno bate-papo com ele sobre seu novo projeto.

DRACO – Sobre o que é Opticus – Intervenções? Quem é Theo?

ZANETIC – Opticus é sobre enxergar além do que nossos olhos podem ver. É ver além do óbvio. É a redenção pela descoberta de uma nova vida se abrindo diante de nossos olhos. E dr. Theodoro é o protagonista, um renomado cientista, que é a personificação disso. É Um sujeito bastante egocêntrico tendo um mundo novo se abrindo diante de seus olhos, vendo que o mundo vai muito além do seu umbigo ao ser confrontado com a possibilidade de ter algo além de sua vida em suas mãos.

DRACO – Por que você escolheu explorar o gênero ficção científica?

ZANETIC – A especulação sobre como novas tecnologias podem mudar nossa vida sempre me foi fascinante, então trabalhar com ficção científica é um prato cheio para ponderarmos como o mundo pode ser transformado com uma simples invenção. A revolução industrial trouxe muita inovação, e desde então vivemos em um ritmo frenético de inovações transformando o mundo (para bem ou para mal).

DRACO – Como trabalhar com esse tema ambientado no Brasil e ser verossímil?

ZANETIC – Creio que o mais gratificante em ambientar uma aventura fantástica no Brasil seja o fato de ver nossa realidade ser distorcida e moldada em lugares que passamos diariamente. Creio que a temática de Opticus é universal, a descoberta de que o mundo é muito mais do que podemos constatar diariamente, e usar como ponto de partida as ruas de São Paulo torna tudo muito mais interessante.

DRACO – Você aborda na sua história teoria das cordas, nanobots, avanços da medicina, como foram suas pesquisas na área?

ZANETIC – Posso dizer que não foi fácil (risos). Consultei um amigo que é físico para não falar alguma besteira em relação a multiverso e a teoria das cordas, pois apesar de grande entusiasta do tema, tenho um conhecimento limitado. Já quanto os avanços da visão, consultei um oftalmologista que me explicou como a visão poderia funcionar se elevada demais e quais consequências isso poderia trazer. A ideia de que uma pessoa comum pudesse ter acesso a tudo isso em um curto período de tempo tinha que ser o mais realista possível, dentro das teorias dos campos abordados, ou a história não soaria real o bastante para se desenvolver. 

DRACO – Por que as pessoas devem ler Opticus?

ZANETIC – Porque é excelente! (risos) Brincadeiras à parte, Opticus é uma boa forma de conhecer os mundos dentro de nosso mundo. É sobre o quanto somos pequenos ante o universo e o quanto podemos ser grandiosos em nosso universo. É sobre descoberta e amadurecimento, e como estamos em constante transformação, creio que seja a história perfeita para que todos possam olhar para si mesmos e enxergar o quanto podem transformar o universo ao seu redor, mesmo que com pequenos atos. 

Opticus – Intervenções pode ser adquirida em sua campanha no Catarse com recompensas exclusivas. Lá também você encontra a graphic novel Cabra d’Água e a Peleja contra os Gigantes, a primeira graphic novel desse herói nordestino que tropeça em problemas por onde passa . A campanha está na reta final, mas ainda precisa do seu apoio para se tornar real. É tudo ou nada!  

Apoie essa campanha no Catarse. Clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *