Draco na Primavera Literária Belo Horizonte 2016
setembro 27, 2016
Neon Azul no Kindle for Samsung
outubro 3, 2016

Editora Draco abre seleção para coletânea de quadrinhos com a temática Cyberpunk

Do RPG "SLA Industries"

Do RPG "SLA Industries"

Do RPG “SLA Industries”

Para quem não sabe, o cyberpunk é um subgênero da ficção científica onde existe uma grande evolução tecnológica somada à decadência social. Em outras palavras: alta tecnologia, baixa qualidade de vida.

Somos apaixonados por essa temática e acreditamos que ela tem tudo a ver com a atual situação de nosso país. Afinal, todo mundo tem um smartphone e acesso à internet, mas poucos têm acesso a saúde de qualidade, empregos estáveis, boa educação e tudo o que um indivíduo precisa para ter uma vida plena. Vamos considerar que o subgênero pós-cyberpunk (e suas derivações) também está sendo contemplado por esse projeto.

Daí surgiu a ideia, por que não trabalhar histórias cyberpunk ambientadas nos quatro cantos do Brasil? Onde a vida dura nas comunidades (as favelas mesmo), corrupção, polícia violenta, decadência social, cidades em ruínas, funk ostentação, tráfico, praia… Todo esse nosso imaginário somado a membros biônicos, tatuagens neon/gif, armas experimentais, gadgets incríveis, implantes cerebrais, transplantes de órgãos, clonagem, realidades virtuais palpáveis etc.

Como nossos anti-heróis brasileiros vão enfrentar a sede de poder das megacorporações e o descaso do estado para intermediar essa relação? Dá pra colocar as minorias brasileiras como protagonistas que enfrentam o sistema opressor? O que os pobres fariam se tivessem treinamento militar e habilidades hacker? Que tipo de habilidade teria um brasileiro maluco desenvolvedor de equipamentos cheios de gambiarras?

Estamos convidando você para matar a nossa curiosidade de como seriam esses universos cyberpunk com sotaque brasileiro em PERIFERIA CYBERPUNK, a nova coletânea de quadrinhos originais da Editora Draco.

Poderão participar:

  • Quadrinistas (roteiro + arte);
  • Duplas de criação (roteiristas + ilustradores);
  • Artistas solo (ilustradores ou roteiristas) – encaixaremos os ilustradores com os roteiristas de acordo com as suas características.

Idade mínima:

Não existe idade mínima, porém menores de idade deverão ter o contrato assinado pelos responsáveis legais.

Sobre os materiais para avaliação

Os roteiros e as artes devem ser do subgênero cyberpunk e ambientadas no Brasil, mas estamos abertos aos mais diversos estilos e gêneros (terror, fantasia, ficção científica, new weird, humor, policial etc.), desde que tenham como foco principal a ambientação cyberpunk brasileira.

Para entender um pouco do que procuramos, recomendamos uma leitura de livros como Neuromancer (William Gibson), Piratas de Dados (Bruce Sterling), Os Homens que não amavam as mulheres (Stieg Larsson) e Snowcrash (Neil Stephenson).  Também vale a pena consultar quadrinhos como Ghost in the Shell, Eden, Ranxerox, Harded Boiled, Transmetropolitan, Ronin, Biomega, Appleseed, Visões de 2020, Nathan Never, Tokyo Ghost etc. Quer ver filmes? Que tal Matrix, Blade Runner, Looper, O Quinto Elemento, eXistenZ, Cidade das Sombras, O Vingador do Futuro, Robocop, Tetsuo – The Iron Man, Elysium, Johnny Mnemonic, Eden Log, Paprika, O Passageiro do Futuro, Cubo etc.  Os RPGs também são fontes animais para pensar na ambientação como Cyberpunk 2020, Gurps Cyberpunk, Gurps Cthulhupunk, Shadowrun. Séries de TV legais: Aeon Flux, Caprica, Mr. Robot, Almost Human, Black Mirror, Continuum, Sense 8, Orphan Black etc. Pra quem prefere só anime mesmo, veja Akira, Ghost in the Shell, Gunn – Battle Angel Alita, Serial Experiments Lain, Cyber city OEDO 808, Cowboy Bebop, Psycho-Pass etc.

Damos preferência para histórias inéditas e que não sejam séries que já estejam publicadas na web. Nosso objetivo é construir as histórias em conjunto com os autores, buscando profissionalismo e qualidade.

Não há preconceitos com estilos. Assim como esperamos roteiros bem narrados e diversificados, também aceitamos traços de todos os tipos. Dos mangás aos europeus, sem esquecer dos heroicos comics estadunidenses. Ou nada disso, uma proposta única e típica dos brasileiros que conquistam o mundo das artes sequenciais. O formato dos álbuns é 17 x 24 cm e a mancha de arte passa a ser estipulada em 14 x 21 cm, ou seja, as margens são de 1,5 cm em todos os lados.  O que quer dizer que todos os detalhes importantes (inclusive os textos, não os balões, que podem vazar) precisam estar dentro dessa área. As histórias serão impressas em PRETO e BRANCO.

Atenção! Todas as histórias começam em uma página ímpar e terminam em uma página par. Por isso planeje páginas duplas ou cenas de impacto com isso em mente.

As histórias do álbum são para um público adulto, portanto nudez e violência são permitidos, desde que façam parte do contexto e não sirvam simplesmente para chamar atenção.

Lembrando que não se trata de um concurso, mas uma seleção do que melhor atender aos interesses editoriais da Editora Draco.

A coletânea terá 160 páginas, com 8 histórias de 20 páginas em PRETO e BRANCO (impressão em 1 cor). Serão publicações em formato de álbuns para livrarias, ou seja, a ideia não é a distribuição em bancas, mas nas grandes redes de livrarias e lojas especializadas.

Resumo

Antologia: Periferia Cyberpunk

Organizadores: Erick Santos Cardoso e Raphael Fernandes.

Conteúdo: Histórias em quadrinhos do subgênero cyberpunk ambientadas no Brasil.

Formato da submissão: Envie a sua submissão para o e-mail [email protected] em PDF ou imagens em JPG, GRAYSCALE (tons de cinza – retículas, impressão em 1 cor), com no mínimo 150 dpi para avaliação e 300 dpi caso seja aprovado, com o assunto [CYBERPUNK].

Modo de envio:

QUADRINHOS: As páginas de quadrinhos da Draco têm a medida de 17 x 24 cm e a mancha de arte passa a ser estipulada em 14 x 21 cm, ou seja, as margens são de 1,5 cm em todos os lados. Cores: PRETO E BRANCO (impressão em 1 cor).

ROTEIRO: As páginas de roteiro deverão ter indicação de Quadro e Balão de acordo com a sua ordem de leitura. Ex.:

Página 1

Quadro 1: Personagem lendo na internet como enviar um mangá para a editora Draco

(Personagem) Balão 1 – Ah, é assim que mando o material!

No seu e-mail deve conter:

Se for roteirista:

Sinopse de um parágrafo e resumo da história (contando tudo o que acontece, não um texto que instigue a leitura). E roteiro completo que resulte em 20 páginas no resultado final. Ou seja, o roteiro é para produção de 20 páginas de HQs desenhadas. O roteiro deve ter formatação com indicações de balões e personagens aos quais se referem.

Se for desenhista:

Link para seu portfólio (podem ser algumas páginas de amostra). Posteriormente, caso esteja pré-selecionado, vamos pedir um teste com algum roteiro aprovado.

Se for uma dupla ou um artista que escreva e desenhe:

O roteiro completo, mais três páginas em preto e branco finalizadas, acompanhadas de um link de portfólio atualizado de seu trabalho como desenhista.

Prazos de entrega:

Periferia Cyberpunk – Roteiros, portfólio e artes até o final de dezembro/2016 (aquele minuto antes dos fogos de artifício é o limite). Só pra deixar claro: se você só desenha, envie portfólio até a data acima; se apenas escreve, o roteiro deve ser entregue até a data; e se faz ou fazem ambos, mandem roteiro, artes e portfólio até a data final.

Contrato e pagamento de direitos autorais: Autores e organizadores receberão 15 exemplares por história (ou 8 para cada participante da dupla) ou porcentagem de 15% do faturamento líquido das vendas dividida entre as 08 histórias (total de 1,9% do faturamento líquido) a serem acertados anualmente. Além disso, os autores têm sempre desconto de 40% para adquirir exemplares e revendê-los, caso queiram. Como todas as coletâneas da Editora Draco, não há cobrança nem obrigação de aquisição de exemplares aos autores.

Participe e faça parte da editora que é obcecada pelos talentos brasileiros e suas obras originais.

#DracoSpirit

Raphael Fernandes
Raphael Fernandes
é o editor de quadrinhos da Draco.

22 Comments

  1. Maickson Alves disse:

    Bom dia e FELIZ 2017 o

    Gostaria de tirar uma dúvida a respeito do prazo de avaliação. Vocês sabem, mais ou menos, quando irão divulgar e como será divulgado os projetos aceitos para publicação?

    Grande abraço a todos.

  2. Yasmin Alcalai disse:

    Existe alguma previsão dos resultados dos selecionados?

  3. Sergio Figueiredo disse:

    Bom Dia! Quando será divulgada a lista de selecionados para a antologia?

  4. Alex Moreschi disse:

    Primeiro, valeu pela excelente oportunidade para Roteiristas/Desenhistas desse nosso Brasil, que estão espalhados em todos os cantos, desde o Oiapoque até o Chuí.
    Segundo, eu tenho todo o interesse de participar tanto como roteirista quanto desenhista, mas putz, eu acabo de saber dessa seleção de coletânea de quadrinhos, hoje (29 de Dezembro, as 14:15hs., e com visitas em casa) quer dizer em cima da hora demais para se criar algo que não seja nas coxas.
    Vocês pretendem fazer novas seleções como esta novamente, quando?

  5. Gabriel De Jesus disse:

    Boa tarde,
    vou subscrever um roteiro em parceria com um amigo ilustrador. Gostaria de saber se, de alguma forma, existe a possibilidade de meu roteiro ser selecionado separadamente da escolha dele enquanto desenhista da HQ, bem como se meu roteiro pode ser rejeitado e ele selecionado para ilustrar algum outro trabalho?

  6. Bruna Castro disse:

    Estou trabalhando em uma ideia em dupla, ambos somos roteiristas. Seria possível participar, com o devido reconhecimento dos dois, e sem remuneração dobrada, caso sejamos aprovados?

  7. Yasmin Alcalai disse:

    Prezados, uma boa tarde!

    Gostaria de tirar uma dúvida apenas: essas vinte páginas devem computar uma história completa ou poderia ser um volume completo de uma história?
    Estou desenvolvendo a história como é juntamente com meu grande amigo ilustrador e ficamos na dúvida.

    Grande abraço, agradecemos a atenção!

  8. Mailson Kreidlow disse:

    Bom dia! Sou roteirista e irei participar com meu ilustrador na categoria de roteiro+ilustração.

    Gostaria de saber se também posso participar sozinho na categoria de roteirista? Ou será apenas aceito um material de cada pessoa? Pois tenho alguns outros roteiros que gostaria de enviar, além da que enviarei em conjunto.

  9. Alex disse:

    Quero participar como quadrinista e/ou roteirista e/ou desenhista. Posso mandar um único e-mail ?

    O material desenvolvido será da editora Draco ou como criador deverei registrar na BN. Como fica esta parte do processo?

    Não recebemos uma única edição da publicação? Ou porcentagem ou exemplares?

  10. Felipe Sanz disse:

    Olá..
    Tenho um grande interesse de participar, só me tire uma dúvida.
    É obrigatório fazer uma história ambientada toda na periferia e abordando necessariamente temas de lá (polícia corrupta, criminalidade, pobreza, etc)? Minha historia aborda basicamente um cientista, e teria uma cena na periferia, o restante se passaria todo quase dentro de uma simulação virtual, numa linha cyberpunk nos moldes de Philip K. Dick, naquele conceito de realidade intangível.
    Seria um roteiro válido ou a ideia é realmente explorar a periferia como um todo?

  11. Marcelo Bermann disse:

    Qual é o tamanho e a fonte recomendados para o envio do roteiro, sinopse e descrição das personagens (para quem só irá enviar o roteiro)?

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Isso fica a seu critério. O importante é a formatação da informação que deve seguir nossa guia. Mas se quiser uma guia, use fonte 12, espaçamento 1,5 linhas.

  12. Miguel Felício disse:

    Qual o prazo para o envio das histórias?

  13. Diego Miranda disse:

    Olá! Tenho interesse em participar, mas tenho apenas uma dúvida. Essa margem de “1,5 em todos os lados”, refere-se para a produção da arte em tamanho A3, correto?

  14. Brandon Lee Amazon disse:

    ótima oportunidade!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *