O Rei Amarelo em Quadrinhos – Sessão de autógrafos na Livraria Cultura – Geek.etc.br
abril 25, 2016
Quadrinhos da Draco na Boutique Vintage Brechó e Bar‎
abril 28, 2016

O Baronato de Shoah – Galeria de Personagens – Parte II

Chegou a vez de apresentar mais três personagens que fazem parte da série.

Diren Grey

7 - Diren Grey

Nome: Diren Grey
Local de Nascimento: Kierkgarrd
Data de Nascimento: 16 / Tammuz / 187 D.M ( Depois do Messias)
Altura:  1,60 m
Peso:  55 kg
Olhos: mostarda
Cabelos: Cinza
Tipo Sanguíneo: AB positivo
Passatempo: caçar pequenos animais
Comida Favorita: Bacon
Esporte Favorito: corrida
O que mais valoriza: amigos
O que mais odeia: felinos
Estilo de Luta: Shemini Atzeret – estilo de luta baseado na conexão do guerreiro com seu próprio espírito

Histórico

Diren nasceu em uma família selvagem que tem pouco contato com a civilização, por isso teve muita dificuldade em se adaptar a vida na cidade. Quando enviado para o Cenóbio de Ahator ele aprende, por meio de seus companheiros, a lidar melhor com seus instintos e às vezes colocar a razão acima deles.

Porém, Diren sempre tem muita dificuldade nas aulas e naquilo que lhe exige conhecimento científico, sendo um péssimo aluno em aulas teóricas, mas excelente em aulas práticas. O que lhe rende discussões acaloradas com Kadriatus e a compaixão dos colegas.

Diren tem a aparência geral de um lobo-homem que aprendeu a andar em duas pernas.

Curiosidades

Diren foi um daqueles personagens que simplesmente “nasceu” para o livro, e um dos poucos que não mudou desde sua primeira versão. Na verdade, inicialmente ele não portava armas, mas acabou ganhando duas “machetes” nas revisões do Baronato de Shoah. Seus nomes? Ímpeto e Tempestade (uma referência ao romantismo alemão).

Seu nome é uma referência à banda de J-rock “Dir en Grey”.

Apesar de ser lupino, boa parte das referências para sua aparência vieram do desenho “Thundercats”.

Kadriatus Drachenfels

2-Kadriatus Drachenfel

Nome: Kadriatus Drachenfels
Local de Nascimento: Farhan
Data de Nascimento: 23 / Adar II/184 D.M (Depois do Messias)
Altura: 1,83 m
Peso: 80 kg
Olhos: brancos
Cabelos: pretos
Tipo Sanguíneo: O negativo
Passatempo: meditação
Comida Favorita: Guildene (caldo de frango com salsão, alho-poró, cenouras, cebolas e cravos-da-índia)
Esporte Favorito: falcoaria
O que mais valoriza: Nadja
O que mais odeia: a própria família
Estilo de Luta: Esgrima e Krav-Magá

Histórico

Kadriatus nasceu em uma família tradicionalista, onde quase todos seus membros pertencem a sephirah dos Kiy. Como era de se esperar, ao atingir a idade certa, ele foi enviado ao Cenóbio de Ahator para aprender mais sobre sua cultura e se tornar um Kiy também.

Arrogante, Kadriatus acreditava que era superior a todos por seu histórico, principalmente com relação aos Arur e aos Ggoyim, até conhecer a Sehn Hadjakkis, que fazia parte de uma família tradicional como a sua, mas não agia do mesmo modo. Com o novo amigo, Kadriatus começou a aprender a vencer preconceitos dentro de si mesmo.

Curiosidades

Kadriatus, originalmente Cadriatus, era um personagem do jogo de RPG Éride, mas eu sempre gostei demais dele para nunca utilizá-lo em outras criações.

Na primeira versão do Baronato Kadriatus odiava Sehn e o caçava, enquanto Sehn estava atrás de Edgar. Ele não tinha habilidades específicas e sempre me pareceu “vago” na história.

Quando o Baronato começou a tomar sua forma definitiva eu precisava de um amigo para Sehn que exemplificasse a “alta classe” dos Bnei Shoah e Kadriatus praticamente gritou a plenos pulmões “Hey, estou aqui!”.

Uma das principais referências para o complicado vocabulário de Kadriatus foi o livro Xochiquetzal – uma princesa asteca entre os incas da Editora Draco.

Seu segundo nome, Drachenfels, vem de um dos livros de Kim Newman.

Nadja Caldwell

4-Nadja Calldwell

Nome: Nadja Caldwell
Local de Nascimento: Wexford
Data de Nascimento: 13/ Av / 185 D.M (Depois do Messias)
Altura: 1,64 m
Peso: 50 kg
Olhos: pretos
Cabelos: loiros
Tipo Sanguíneo: O positivo
Passatempo: ler
Comida Favorita: Latkes – panquecas de batata
Esporte Favorito: nenhum
O que mais valoriza: conhecimento
O que mais odeia: ignorância
Estilo de Luta: Yehidah – estilo de luta que une a racionalização dos movimentos e a união com a Eternidade

Histórico

Nadja Caldwell é filha da famosa Da’ath Jezebelly Caldwell, a responsável pela criação dos Bunkers – tanques blindados de guerra. Desde pequena acostumada a sofrer todo tipo de pressão, Nadja é aplicada a seus estudos, sempre buscado o conhecimento que a fará superar a mãe.

Infelizmente, talvez este conhecimento seja sua destruição.

Curiosidades

Nadja também é uma personagem “importada” de outros escritos. Ela fora concebida como uma “maga das trevas” em uma história fantástica que nunca deu muito certo. Um dos amores do protagonista, ela tinha de aprender a dominar seus poderes antes que eles a corrompessem.

Quando foi transformada em uma Da’ath do Baronato ela ganhou muito mais história, uma família, um amor (Kadriatus) e conflitos internos que a deixaram muito mais interessante. Eu nunca me arrependi de ter dado a ela este novo conceito.

Outro detalhe: enquanto a maioria dos personagens do Baronato foi criada pensando-se na sephirah que ocupam na Kabalah, Nadja sofreu o processo inverso: foi ela quem influenciou a criação dos Da’ath como inventores – no começo eles eram feiticeiros ligados à Nepl.

Seu nome, assim como aparência, é inspirado em uma amiga da faculdade, Nadya – cujo nome significa esperança.

Veja aqui a primeira parte desse post.

Gostou? Você pode comprar os livros nos links abaixo:

baronato-de-shoahCompre em nosso site:

Paypal | PagSeguro

Ou em nossos parceiros:

Papel: Travessa | Cultura | Comix | FNAC | Saraiva | Geek

E-book: Amazon | Apple | Cultura | Kobo | Saraiva | Google

Compre em nosso site:

Paypal | PagSeguro

Ou em nossos parceiros:

Papel: Saraiva | Cultura | Travessa | Amazon

E-book: Amazon | Saraiva | Cultura | Kobo | Google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *