Hackeando o sistema de Jurassic Park, por Alliah
abril 10, 2014
Imaginários em Quadrinhos Vol. 2 foi pré-indicada ao HQMIX 2014
abril 15, 2014

Sobre livros, escritores e o relacionamento com o público

interacao

A interação com o público é muito importante para a prosperidade da carreira.

A arte e as técnicas para escrever boas histórias existem há milênios. Entretanto, na última década, tivemos evoluções nas formas e nas mídias que levam esses textos aos leitores. Se o impresso já está consolidado, o digital também fincou raízes e veio para ficar.

E tal como as mídias, o mercado, a carreira do escritor e a maneira de como se relacionar com o público também vivem um momento de transição, de flexibilização e até mesmo de mudança de paradigma.

Antes todas as etapas eram mais rígidas com pouca – ou nenhuma – interação, e o isolamento era comum. O escritor escrevia, a editora publicava, a livraria vendia e o leitor lia. E ponto. Esse modelo ainda existe, entretanto, aos poucos, essa rigidez vai se quebrando.

O mundo mudou e o mercado acompanhou o fluxo. Tudo está mais social, colaborativo e compartilhado. E os profissionais que não entenderem essa necessidade de evolução vão ficar para trás.

Please allow me to introduce myself*

Negócios não são feitos somente de serviços, produtos e procedimentos. São feitos principalmente – e prioritariamente – de pessoas.

Não importa a área do conhecimento em que atuamos, são para as pessoas que produzimos. E na literatura, nas artes em geral, isso se intensifica, afinal, nossos escritos despertam sentimentos, sensações e reflexões.

E por causa dessa característica que as pessoas sentem tanta vontade de conhecer melhor o nosso trabalho, o nosso perfil e quem somos. Elas querem interagir, compartilhar experiências, sugerir, reclamar.

Apesar do livro ser um produto “acabado”, a história é um organismo vivo que reage segundo cada interpretação, cada visão e cada momento. E isso é lindo!

As histórias e personagens podem se metamorfosear a cada leitura. Podem virar “algo” que nós criadores, nunca imaginaríamos, afinal para as ideias e criatividade não existem limites.

Por isso é tão importante informar e interagir com o público, seja por meio das redes sociais, por blogs ou quaisquer outras ferramentas escolhidas. O importante é ouvir e dar voz.

É imprescindível criar um relacionamento honesto e rico, no qual todas as partes criam respeito e interesse mútuo.

Vamos juntos nessa?

Até mais.

*Frase da música Sympathy For The Devil dos The Rolling Stones.

0 Comments

  1. Ben Oliveira disse:

    Post bem interessante. Esses dias estava escutando um podcast voltado para escritores, em que o autor entrevistado falava sobre a importância do marketing para o escritor moderno. Se antigamente o escritor poderia só escrever e esperar alguém fazer o trabalho de divulgação para ele, hoje em dia mesmo que ele tenha um profissional (ou equipe) de marketing, ele também precisa interagir com o seu público.
    Abraços

  2. Ana Lúcia Merege disse:

    Você tem toda razão. Os leitores valorizam muito esse contato com os escritores, que, por sua vez, devem aproveitar a oportunidade de saber como seu trabalho está sendo recebido e quais as expectativas.

    Agora mesmo voltei de Porto Alegre, onde interagi com muita gente – uns que conheciam meus livros e outros que passaram a conhecê-los – e foi uma troca que realmente valeu a pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *