Brasil Fantástico: Escrevendo “A bruxa e o boitatá”, Vivian Cristina Ferreira
outubro 2, 2013
Brasil Fantástico: Escrevendo “Amaldiçoado”, Allan Cutrim
outubro 4, 2013

Brasil Fantástico: Escrevendo “Brasil: terra amaldiçoada”, Mickael Menegheti

Desembarquei também, com uma cruz na mão direita e uma pistola na esquerda. Teria Deus e o Diabo para me proteger do que quer que fosse…

capaspb-7-copy

Esse conto nasceu de uma ideia que tive para ajudar meu irmão com o prólogo de sua recém-desenvolvida HQ. Ele criou um super-herói nacional, mas não estava conseguindo fazer uma boa introdução.

Escrevi a ideia geral em algumas linhas e ele fez o resto com os desenhos. Anos depois vi o anúncio da Draco para a antologia Brasil Fantástico e me lembrei dessa minha ideia na hora. Liguei para meu irmão e pedi sua autorização para usar o prólogo em outro contexto. Lembro-me dele falar “Ei, como assim pedir autorização? A história é sua!”.

Após ter os “direitos autorais” resolvidos, mergulhei no texto. Fiz algumas modificações e introduzi o tom sombrio à narrativa. Tenho de confessar que toda vez que vejo filmagens, fotografias ou mesmo histórias da Amazônia, sinto um calafrio imenso, talvez como os antigos nórdicos ao se depararem com cavernas obscuras. Fico imaginando o que aquela mata fechada esconde. Quantos seres ainda podem estar a espreita? É uma das regiões do nosso país com potencial para ser um habitat natural de seres fantásticos.

O processo como um todo foi muito gostoso, pois após ter escrito, fiz algumas revisões, imprimi e dei para diversas pessoas lerem. Adultos, adolescentes, leitores, gente que odeia livros, dramaturgos e até para um desconhecido na rua. É muito legal ter o feedback de um público tão variado.

Mandei o texto um dia antes do prazo de entrega se expirar e cruzei os dedos. Vocês podem imaginar como foi a emoção ao ver meu nome na lista de selecionados! Fazer parte dessa antologia só fez aumentar meu desejo por continuar a escrever sobre histórias de nosso país.

Foi como fã de carteirinha da mitologia de Tolkien que descobri que a nossa mitologia não fica devendo em nada. Ela só está aguardando os escritores brazucas retirá-la dos confins amazônicos para ganhar o mundo.

Quer ler esse e outros contos da coletânea Brasil Fantástico – Lendas de um país sobrenatural Acesse: editoradraco.com/2013/06/15/brasil-fantastico-lendas-de-um-pais-sobrenatural/ e garanta o seu exemplar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *