E-books da Editora Draco – literatura brasileira acessível em todos os gêneros
outubro 21, 2012
"Boy´s Love – histórias de amor sem preconceitos" – Coletânea – Guia para submissão de contos
novembro 1, 2012

Antologia "Space Opera III" – Guia para Submissão de Textos

.

“Em uma galáxia muito, muito distante…”
“Audaciosamente indo aonde nenhum homem jamais esteve…”

Todos conhecem essas famosas citações. Afinal, marcaram a vida de muitos amantes da ficção científica. Star Trek e Star Wars, popularizaram ainda mais o subgênero space opera na televisão e no cinema, gravando-o profundamente na mente de várias gerações.


Qual o fã de carteirinha de ficção científica que nunca sonhou em embarcar na nave estelar Enterprise e participar das aventuras do capitão James T. Kirk e do Sr. Spock?

E que tal lutar junto ao jovem jedi Luke Skywalker contra um temido Império Galáctico, travando uma luta mortal de sabres de luz contra o implacável Darth Vader?

Ou ainda destruir os temíveis robôs cylons com os vipers da Battlestar Galactica?

E quem sabe ainda enfrentar os Klingons ou os Borgs em batalhas espaciais?

As organizações estelares, as repúblicas planetárias e os impérios galácticos, repletos de suas tecnologias fantásticas e culturas exóticas rondam o imaginário dos fãs e continuam sempre presentes no mundo do entretenimento. A exemplo disso, vide as produções TV e cinema que foram produzidas na última década utilizando-se da temática “espacial”: tais como Andrômeda, Firefly, Stargate Atlantis, Stargate Universe, a nova trilogia de Star Wars, o reboot de Star Trek para o cinema, a nova versão de Battlestar Galactica, o filme Prometeus (prequel de Alien), além da vindoura série de TV de Star Wars, com previsão de estreia para 2013. Algumas inovaram com elementos contemporâneos, outras se mantiveram firmes no classicismo dos épicos que definiram este subgênero.

Independente do caminho que tenham seguido, essas obras reascendem a paixão dos fãs de ficção científica pelo tema e incorporaram milhares de novos interessados.

Na literatura, quem nunca vibrou ao ler as histórias da série “Fundação” (Isaac Asimov), ou de “O Jogo do Exterminador” (Orson Scott Card), ou ao ler as peripécias de “Perry Rhodan”, que recentemente ganhou um reboot na série, com a nova publicação “Perry Rhodan Neo”?

Aproveitando o interesse sempre presente nesse subgênero, e em virtude da repercussão das antologias “Space Opera – Odisseias Fantásticas Além da Fronteira Final” (2011) e “Space Opera – Jornadas Inimagináveis em uma Galáxia não muito Distante” (2012), ambas publicadas pela Editora Draco, trazemos a você, autor, uma proposta audaciosa: superar o sucesso dos dois volumes anteriores deste projeto, encerrando assim essa trilogia de antologias espaciais com chave de ouro.

Lançamos assim um desafio: trazer aos leitores aqueles sentimentos de curiosidade a cada bizarra tecnologia apresentada, de ansiedade a cada aventura vivida, de tensão a cada momento de perigo e reviravolta…

A nave Space Opera III inicia agora sua contagem regressiva!

SPACE OPERA III: Regras para submissão

· Buscamos noveletas entre 35.000 e 70.000 caracteres (incluindo espaços em branco), enviados em arquivos no formato rich text file (.RTF). Textos fora desses critérios serão eliminados sem avaliação.

· O tempo, a pessoa e forma narrativa são livres. O estilo deve obrigatoriamente respeitar a característica de conto em prosa, possuindo trama com início, meio e final dentro de si mesmo, de forma clara.

· Tema: space opera / aventura espacial: com seus heróis, heroínas, vilões, naves, estações espaciais, criaturas bizarras, robôs, máquinas maravilhosas, tecnologias fantásticas, planetas, luas, impérios galácticos, repúblicas planetárias, federações e/ou organizações industriais, comerciais, filantrópicas, e demais características típicas do subgênero.

· Não serão aceitos “fanfics” nem qualquer outro texto que utilize cenários e universos ficcionais já conhecidos do público, cujos direitos autorais não pertençam ao autor.

Data final de entrega do texto: 31 de Março de 2013

Anúncio das obras selecionadas: 31 de Maio de 2013
Previsão de lançamento: Segundo semestre de 2013

Serão realizadas avaliações dos trabalhos apresentados, que passarão por leitura crítica visando o feedback ao autor que, em caso de pré-aprovação, receberá de volta sua obra para a realização de eventuais correções e ajustes que forem necessários. Em seguida, em prazo a ser estipulado posteriormente, o autor devolverá o texto corrigido e ajustado para nossa aprovação final, compilação e envio à editora.

Nos dois primeiros volumes do projeto, contamos exclusivamente com autores brasileiros. Neste novo volume, abrimos espaço a todos os autores lusófonos de literatura fantástica, que também poderão participar.

Textos enviados por escritoras serão muito bem apreciados.
Mulheres! Mostrem que vocês também são capazes de escrever ótimas space operas! Vale lembrar, entretanto, que o critério de avaliação não levará em consideração o sexo do autor, mas sim a qualidade de seu texto dentro do tema proposto.

As submissões deverão ser enviadas apenas em versão eletrônica para o e-mail antologia@spaceopera.com.br, com cópia de segurança para  spaceopera3@gmail.com.

Confirmaremos a recepção de todos os trabalhos recebidos.

Recomendamos as leituras das duas primeiras antologias, que poderão ser adquiridas nas melhores livrarias, ou diretamente pelo site da Editora Draco nos links abaixo:

* VOLUME UM:
Space Opera – Odisseias Fantásticas Além da Fronteira Final

* VOLUME DOIS:
Space Opera – Jornadas Inimagináveis em uma Galáxia não muito Distante


Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos. Contamos com sua participação nesse projeto para a conquista da galáxia. Junte-se a nós!

.

Hugo Vera & Larissa Caruso
(antologistas do Projeto Space Opera)

Erick Sama
(editor da Editora Draco)

Outubro de 2012

0 Comentários

  1. Thiago disse:

    Há alguma antologia aberta para o recebimento de novos contos?
    Abraços.

  2. Alexandre Carfer disse:

    Prezados, hoje sai o resultado?

    • Fernando Scaff disse:

      Também achei q era hoje, mas a data no site está 31 de Maio de 2013

    • Carlos Moffatt disse:

      Alteraram a data para dia 31 de maio, ou então eu tive a mesma ilusão que você e li dia 21 de maio…
      Mais 10 dias de aflição… hehehehe

      • Erick Santos Cardoso disse:

        Prezados, de fato no post inicial era 21 de maio, mas foi mudado para 31 de maio ainda no começo do processo. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente.

  3. Douglas Camillo-Reis disse:

    Ô, ansiedade… 🙂

    • Carlos Moffatt disse:

      Estou mais ou menos nesse esquema… 🙂 Foi meu primeiro texto para Antologias… Embora já reli o material enviado e fiquei naquela neurose de que “poderia ter saído melhor…” ou “Ah se eu pudesse mudar essa frase…”
      Boa sorte para todos!

  4. Emerson D. e Pimenta disse:

    Aos quareeeeeeeenta e cinco minutos do segundo tempo!!

    Ufa ^^

  5. Elsen Pontual disse:

    Camaradas, enviei o meu texto para os dois e-mails indicados, a confirmação de recebimento é automática ou demora um pouco?

    Desculpem a ansiedade, mas sou fã da série e não quero ficar de fora da disputa.

    Agradeço a atenção.

  6. Ana disse:

    Conto enviado. Obrigada pela iniciativa.

    Ana.

  7. Carlos Moffatt disse:

    Vale enviar o material até as 23h59 do dia 31? 🙂
    É sério! Provavelmente terminarei o texto no meio de uma viagem pra um lugar onde não terei internet disponível. Chegarei em casa na noite do dia 31. Vou ter que dar uma de “missão impossível” para enviar o email antes mesmo de desfazer as malas!

  8. Marcelo disse:

    Há algum problema se no conto os personagens falam palavrões? (no meu caso é só um fod*-se ou outro perdido pelo texto).

    E quanto a nomes como Federação, que por exemplo é usado em Star Trek e Tropas Estrelares, há algum problema de aparecer no conto?

    • Hugo Vera disse:

      Olá, Marcelo.
      Se os palavrões estiverem dentro do contexto da história, fazendo parte das características do personagem, ou seja, a maneira como ele se expressa usualmente, não vemos problemas.
      Quanto a nomes como “Federação”, “Império Galáctico” e outros tantos, embora esses títulos tenham ficado famosos nas séries de TV e no Cinema, não são propriedades exclusivas. Para você ter uma ideia, o “Império Galáctico” é usado na série “Fundação” de Isaac Asimov muitas décadas antes do George Lucas usá-la em “Star Wars”, por exemplo.
      Claro que, este é um caso genérico. No caso da “Federação” de Star Trek, ela já possui um nome próprio: “Federação Unida de Planetas” (ou Federação de Planetas Unidos, dependendo da tradução). Neste caso, usar um nome semelhante não é bacana. Apenas o termo “Federação” estaria livre para usar como bem entender. Por exemplo: “Federação dos Mundos do Sistema Solar”, ou “Federação Interplanetária” ou “Federação de Aldebaran”, e por aí vai…
      🙂

      • Marcelo disse:

        Entendido. Obrigado por sanar minha dúvida, Hugo.

        Senhores, outra pergunta: tenho um conto praticamente pronto e outro que falta uma revisão, mas que eu consigo enviar no prazo. Os dois se ambientam no mesmo universo e narram diferentes aventuras de uma mesma personagem (não tem ligação direta um com o outro, portanto. São histórias fechadas).

        Eu poderia enviar os dois contos para vocês? Isso me prejudicaria de alguma maneira?

        (ah, e tem algum problema ultrapassar o limite por uns 100 caracteres, por aí?)

      • Marcelo disse:

        Obrigado pela resposta, Hugo!

        Tenho outra dúvida: tenho um conto pronto e outro em vias de fechar, faltando só uma revisão final. Posso enviar os dois? Isso prejudicaria minhas chances durante o processo de seleção?

        (No caso, são duas aventuras com a mesma personagem, mas não tem ligação direta entre si nem são parte 1 e 2 da mesma história…)

        E tem problema passar uns 100 caracteres do limite de 70k? =)

        Abraços

  9. Guilherme disse:

    Olá, tenho uma dúvida. Estou escrevendo um conto espacial estilo cômico, porém não pretendo finalizá-lo, ao menos agora, pois considero que 70k caracteres não serão suficientes para desenvolver toda a estória. É possível eu desenvolver algo como um capítulo, inserindo antes uma introdução para explicar o começo da estória e depois escrever um prólogo dizendo descrevendo que a estória continua com outros capítulos da jornada dos personagens principais?
    Att

    • Hugo Vera disse:

      Oi, Guilherme.
      Se você acha que vai passar do limite estabelecido então seu texto não é mais um conto (e talvez nem noveleta). Creio que ele esteja indo em direção a uma novela ou romance. De qualquer forma, quanto ao seu questionamento, deixo aqui um trecho da regra de envio: “(…) o estilo deve obrigatoriamente respeitar a característica de conto em prosa, possuindo trama com início, meio e final dentro de si mesmo, de forma clara.”
      Pelo que você mencionou, talvez sua proposta não esteja indo de acordo com as regras. Dê uma verificada e reelabore seu texto se assim for necessário.

  10. Joel Puga disse:

    Cheguei a meio da minha história, mas não vou conseguir terminá-la a tempo. Por acaso não estão a pensar fazer uma Space Opera IV, pois não? 😉

    Boa sorte aos restantes participantes.

  11. Douglas Camillo-Reis disse:

    Já mandei o meu conto, só aguardando a confirmação da recepção. Ansioso. 🙂

  12. Angelo Dias disse:

    Se mantiver a temática Space Opera, posso ousar e enviar uma poesia épica?

    • Hugo Vera disse:

      Ousadia sempre é interessante. Mas vale consultar as regras de submissão de texto. Neste caso, se atentar ao tópico: “O tempo, a pessoa e forma narrativa são livres. O estilo deve obrigatoriamente respeitar a característica de conto em prosa, possuindo trama com início, meio e final dentro de si mesmo, de forma clara”.
      Abraços.

  13. Carlos Moffatt disse:

    Segundo uma das regras: “Não serão aceitos “fanfics” nem qualquer outro texto que utilize cenários e universos ficcionais já conhecidos do público, cujos direitos autorais não pertençam ao autor.”
    Eu gostaria de saber se posso fazer menção às 3 leis da robótica de Asimov. Por serem amplamente conhecidas, e já utilizadas em diversas histórias e filmes, imagino que não seja problema (não sei se elas se encaixariam em “domínio público”, mas já existem a 70 anos!), já que não usarei personagens, cenários ou universo (por exemplo, nenhuma referência a US Robotics), seria apenas uma referência aquelas leis mesmo.

    • Hugo Vera disse:

      Olá, Carlos.
      Fazer menções e referências sempre são válidas na ficção, mas tudo depende de como são feitas. Você pode até fazer uma certa menção às Leis da Robótica, mas de modo sutil, sem transcrevê-las literalmente em seu texto. No entanto, lembre-se de que você está mexendo com um elemento extremamente conhecido na ficção científica e, como você mesmo disse, outras pessoas já utilizaram deste recurso. Talvez isso soe como uma ideia muito batida mas, tudo depende de como você vai trabalhar isso. Muitas vezes grandes obras acabam surgindo ao dar uma boa releitura em uma velha ideia batida, não é?
      Existem muitos elementos comuns na ficção científica espacial, tais como o “hiperespaço”, o “teletransporte”, etc… Todos utilizados amplamente por muitos autores em livros, séries de TV e filmes para o cinema. E isso é totalmente válido. Agora, quando falamos das “Três Leis”, estamos falando de uma ideia que remete diretamente ao “universo asimoviano”.
      Portanto, se realmente for necessário fazer menção às Três Leis, faça-o sabiamente de modo que a utilização se justifique em seu texto, e de modo que possamos ler seu trabalho como “o conto escrito pelo autor Carlos Moffat”, e não como “o conto baseado em ideias de Isaac Asimov”. Para nós, mesmo que encontremos elementos comuns aos encontrados em trabalhos de outros autores, o que vale é encontrarmos você em seu texto.
      Boas inspirações!
      Abraços.

  14. Tamires disse:

    Tenho uma pergunta! O Autor que foi selecionado deverá pagar alguma quantia para participar da antologia??

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Não. A Editora Draco não cobra de autores para participar de publicações. Pelo contrário, divide 10% dos lucros entre os autores particpantes.

  15. Tamires disse:

    A história pode ser baseada na série britanica Doctor Who???

  16. Tamires Vasconcelos disse:

    A história poderia ser mais ou menos no estilo da série britanica Doctor Who?

    • Hugo Vera disse:

      No que se refere a aventuras espacias, talvez. Maiores referências sobre space opera, consulte o Google e as regras acima.
      Abraços!
      😉

  17. Illyana HimuraWakai disse:

    Olá, Hugo!
    Boa noite ^~

    Minha dúvida refere-se apenas ao total de pags… Em um comentário pouco mais acima, um leitor perguntou em quantas pags ficaram o limite dos 70.000 caracteres com espaço: ele sugestionou 16 pgs e você respondeu com um total de aproximadamente 20.

    Estou revisando um texto aqui e por curiosidade, verifiquei os caracteres contidos nele… Bom, no meu texto com Times 12 e espaçamento simples eu tenho 69.532 caracteres com espaços dispostos num total de 32 pags – em .word.

    Em .RTF, o texto pula para 36 pgs e 69.761 caracteres com espaços.

    O leitor anterior estava perguntando sobre o limite de 70.000 mesmo, ou eu estou fazendo algo errado?^^

    Abraços, Hugo!

    Illy
    ^~

    Illyana HimuraWakai
    illyana.himura@gmail.com
    @IllychanHimuraW

    • Hugo Vera disse:

      Olá, Illyana.
      Se você sabe utilizar os recursos do Word, atente-se ao limite dos 70.000 caracteres com espaço, independente das páginas que o texto atingir em RTF.
      Abraços e boa inspiração!

  18. Fábio Abreu disse:

    Olá!
    Autores já publicados tem possibilidade de participação?
    Acabo de publicar um conto pela Novo Século, também uma antologia.
    O nome do livro é O ÚLTIMO DIA ANTES DO FIM DO MUNDO!
    Apesar de escrever fantasia medieval, me interessei pelo trabalho.
    AguardO!
    Fábio

    • Hugo Vera disse:

      Olá, Fábio.
      Independente de você já ter sido publicado por outra editora, se você desejar poderá sim enviar seu texto para nós, desde que ele se adeque à proposta, tal como estipulado nas regras acima!
      Abraços…
      🙂

  19. Joel Puga disse:

    Olá,

    Um autor de Portugal deve enviar o texto escrito segundo o novo acordo ortográfico ou pode enviar segundo o anterior?

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Olá, Joel. Todos os textos da Draco seguem o novo acordo ortográfico, isso vale para autores que escrevam em português no mundo inteiro. Obrigado pelo contato!

  20. Guilherme disse:

    Olá, tenho uma dúvida a respeito do direito autoral do conto que uma pessoa escreve e é aprovado para entrar no livro. É possível a pessoa utilizar seu próprio conto para outro fim ou publicação, ou o direito fica retido na editora?

    Att

    Guilherme

    • Erick Santos Cardoso disse:

      O conto fica retido na editora para o caso de coletâneas de diversos autores. Se o autor quiser publicar em uma coletânea solo, sem problemas.

  21. Mário Sérgio Cunha Júnior disse:

    É possível enviar textos com os requisitos citados e humor?

  22. Marcelo disse:

    Só por curiosidade, 70 mil caracteres dá em média quantas páginas mais ou menos? Fiz um teste no meu word deu apenas 16 páginas, é isso mesmo?

  23. Dirlei Felippe disse:

    Tenho uma historia que desenvolvi (porém não escrevi ainda) que é algo mais ficção cientifica com um toque filosófico, e não tem aventura, lutas, guerras e tal. Só naves, viagens interplanetárias e formas de vida alienígenas. Algo um pouco próximo do 2001: Um Odisseia no espaço. Se encaixaria nesse projeto?

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Só lendo para saber, Dirlei. Mas se é algo mais 2001, pode ser um tipo de ficção científica menos aventuresca do que o Space Opera propõe.

  24. Jonh Carter disse:

    Caso algum trabalho não seja aceito, como saberemos que seu material não será utilizado de forma inapropriada? Plagiado ou copiado posteriormente?

    • Erick Santos Cardoso disse:

      A Editora Draco tem 3 anos de atuação no mercado e sempre prezou pela ética na sua conduta. Um trabalho rejeitado dificilmente será a base para um conto aprovado. O mais provável e lógico será aprovarmos o bom trabalho.

  25. Lucas Freitas disse:

    Ótima iniciativa, parabéns. Vale a pena tentar, né.

  26. André Soares Silva disse:

    Outra perguntinha galera, para fins de referência: algo como “Cowboys & Aliens” poderia ser considerado Space Opera para os fins da antologia?

    Abraços!

  27. André Soares Silva disse:

    Olá galera!

    Gostaria de saber se uma trama mais lenta e reflexiva nos moldes de 2001, Solaris ou Sunshine estaria dentro da proposta ou se os trabalhos precisam seguir mais a linha das histórias de ação.

    Grande abraço e parabéns por mais essa iniciativa!

    • Hugo Vera disse:

      Olá.
      Você pode inserir elementos filosóficos em seu trabalho, mas histórias aos moldes de “2001” não é exatamente o que estamos buscando. Em caso de maiores dúvidas, recomendamos a leitura das antologias anteriores, afinal, o terceiro volume seguirá mais ou menos os mesmos moldes.

  28. Karen Alvares disse:

    Convocação aceita pelas mulheres! Ótima proposta!
    Apenas duas dúvidas:
    A submissão pode ser feita em conjunto? (texto com autoria em conjunto, dois autores, por exemplo?)
    A noveleta pode ser dividida em capítulos?

    • Hugo Vera disse:

      Olá, Karen!
      A submissão pode ser feita em conjunto sim, caso queira entregar um trabalho escrito a quatro mãos. E a noveleta pode ser dividida em capítulos, sim. Mas deve respeitar o limite de espaço estabelecido nas regras acima.
      Aguardamos seu trabalho!
      Boas inspirações para você!
      😉

  29. Yami Thalyssa disse:

    Realmente interessante, e com um bom tempo para dar aquela pesquisada básica no assunto e pegar a inspiração xD
    Só uma dúvida: Menores de idade podem enviar contos?

    • Hugo Vera disse:

      Menores de idade podem participar, porém, no momento de assinar o contrato com a Editora Draco (caso o trabalho seja selecionado), deverá contar com a assinatura dos pais e/ou responsável.

  30. May D. disse:

    Apesar do que está nos critérios, quero tirar essas dúvidas pra não ter problemas:
    1. Precisa conter romance?
    2. O personagem principal tem que ser humano?

    Desde já, obrigada!

    • Hugo Vera disse:

      Não há necessidade de haver romances entre personagens. Fica a seu critério inseri-lo ou não na história.

      O personagem principal não precisa ser humano. Ele pode ser um robô, um alienígena, ou o que mais sua imaginação criar.
      😉

  31. Rafael de Almada disse:

    opa, gostei muito! vou me arriscar e mandar um material pra vocês!!

  32. Jane de Roberts disse:

    Muito legal. Gosto bastante da área e fiquei louca pra conhecer os dois primeiros livros. Quanto a escrever… Vixe! Seria um desafio interessante. Quem sabe…
    Sem mais,
    Jane de Roberts.

    • Hugo Vera disse:

      Legal que você curtiu, Jane.
      Os livros estão disponíveis nas livrarias Cultura, Fnac, Saraiva,entre outras, e no site da Editora Draco também.
      Agora, caso queira nos enviar um trabalho seu, ficamos no aguardo.
      😉

  33. Sybylla disse:

    Pretendo sim participar! =D

  34. Tanko disse:

    Pergunta de sempre: embora o romance e o erotismo não sejam o foco desta antologia, algum problema com histórias com personagens homossexuais (bem inseridos no contexto e sem cenas explícitas)?

    Estou postando uma nota no site…

  35. Alastair Dias disse:

    Há necessidade de ser obrigatoriamente no futuro?

  36. Joel Puga disse:

    Podemos participar com mais do que um trabalho?

    Obrigado.

  37. Hugo Rodolfo Santos Morgado disse:

    Já fiz a encomenda dos dois volumes. Desejo sucesso para a próxima antologia “Space Opera”. Farei o possível para adquiri-la também.
    Escrever já são outros 500…
    Quem sabe?
    Grato,
    Hugo Morgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *