Quem conta as Fantasias Urbanas? – Final Round!
março 23, 2012
Overdose de Orsi
março 28, 2012

Na contagem regressiva para a noite de autógrafos que acontece dia 28 de julho na Biblioteca Viriato Corrêa, vamos divulgar trechos dos contos dos autores participantes. Seguindo a ordem do livro, hoje trazemos direto de suas cidades fantásticas os autores Antônio Luiz Costa, José Roberto Vieira e Tiago Toy.

“Graças a Mokekeloa, o examinador da Guilda ficou bem impressionado comigo. No mesmo dia, me mandou para o Tlormon, o bairro das Pirâmides, onde um mestre-mensageiro precisava de aprendizes. Não ouço ninguém rir agora, não é? Mas eu ria comigo mesmo, estava contente: tinha garantido um prato de comida e um canto onde dormir num dos melhores bairros da capital do mundo!” – Agora pode ser contado, de Antônio Luiz M. C. Costa.

“Syrah desceu e se encaminhou para a entrada, os soldados na porta bateram continência. Como era de se esperar, a juíza não respondeu, mas se sentiu mal com isso. Gostava de se relacionar com pessoas, mas sabia que os Nookam como ela sempre se mantinham afastados para garantir imparcialidade em seus julgamentos. De todos os grupos da elite, eram os menos apreciados pelo povo.” – O monge, de José Roberto Vieira.

“Um grito. Longe e perto demais. Uma voz masculina pedindo ajuda. Seguiu pela estreita ruela do cortiço até a saída, os pedidos de socorro morrendo antes que ele alcançasse seu objetivo. Em frente ao cortiço havia uma enorme rotatória de grama mal cuidada que levava à estrada principal da cidadezinha. Era um lugar afastado de tudo, mas nunca estivera tão abandonado.” – Heroína, de Tiago Toy.

Lembrando que o livro já está à venda nas principais livrarias e também no site da Draco, com frete grátis para qualquer lugar do Brasil. Também disponível em e-book (Amazon e outras brasileiras), territorialidade MUNDIAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *