Dieselpunk – reimaginando o passado
junho 27, 2011
Popismo e meu livro novo
julho 1, 2011

Meu amor é um mito – participe da coletânea

'O nascimento de Venus', Sandro Botticelli

 

A coleção Amores Proibidos da Editora Draco tem como objetivo fomentar no Brasil um gênero que movimenta milhões em vendas todos os anos pelo mundo – o romance sobrenatural (conhecido como paranormal romance lá fora) – e que tem ocupado cada vez com mais frequência a lista de best sellers.

Ao criar a bem-sucedida Meu Amor é um Vampiro e a recém-lançada Meu Amor é um Anjo convidamos nove autoras para compor os times, conseguindo uma mistura equilibrada de estilos que casaram perfeitamente com a proposta da coleção. Para o terceiro volume, nós da Editora Draco decidimos fazer algo diferente.

Meu Amor é um Mito será uma coletânea aberta para o envio de contos. A seleção ficará a cargo dos organizadores Janaína Chervezan e Eric Novello. Os contos selecionados se somarão ao da autora convidada Ana Lúcia Merege (O Caçador e O Castelo das Águias) nesse volume que desde já promete ser um marco para a coleção. Veja alguns dados importantes abaixo.

Livro: Meu Amor é um Mito

Vagas abertas: oito autoras.

Período de envio: de 1º de agosto a 30 de novembro de 2011.

Tamanho: de 20 mil a 30 mil caracteres/toques com espaços.

Anúncio dos participantes: será feito aqui no blog oficial da editora, em data a ser anunciada.

Mitologias liberadas para este volume da coleção: greco-romana, nórdica e celta.

O meu conto é tão legal, só que ele usa outra mitologia. Posso mandar? Não.

Sou garoto e escrevo bem romance paranormal, posso participar? Não.

Proposta: A coleção Amores Proibidos é voltada para o público jovem adulto. O conto precisa envolver o romance entre dois protagonistas, sendo que ao menos um deles deve representar o tema do livro. Exemplos: o filho de um deus, um domador de pégasos, um viking descongelado ou o que mais sua criatividade for capaz de alcançar.

A abordagem de um romance na história não significa que o conto precisa ser romântico do início ao fim. Serão aceitos contos de humor, de terror, de ficção-científica, drama, aventura, suspense, etc. Cabe ao autor decidir que atmosfera coincide melhor com a proposta apresentada. Nos livros anteriores, foram grandes as surpresas. Surpreenda-nos você também.

Os contos podem se passar em qualquer época do presente, passado ou futuro. Use a sua imaginação. Lembre-se de que a ambientação de um texto merece cuidado. Se decidir por uma determinada época, pesquise sobre ela antes de começar a escrever. Na hora da avaliação, os organizadores levarão em conta a qualidade e a variedade, pensando na composição geral do livro. Seja criativo, mas não perca o foco. Na literatura, menos é mais.

Qualquer dúvida, entrem em contato conosco. Boa sorte e até novembro!

0 Comments

  1. Olá, gostaria de saber quando sairá a relação de escritores escolhidos?
    Sairá dia 30 mesmo, ou outro dia… se for outro dia, qual??

  2. Tay disse:

    Gente, calma…
    Não vi onde apareceu a “ironia” mencionada acima.

    Erick postou desculpas a todos pela “confusão” sobre as regras mitológicas, e acho que já dá para se ter uma ideia do que se pede, não é?

    20 a 30 mil caracteres.
    Meninas podem participar; meninos, não.
    Quaisquer elementos (exclusivamente) das mitologias grega, romana, nórdica e celta serão permitidos: deuses, sereias, pégasus etc.

    Vamos deixar que o amor dessa coleção tome conta de nós, ok, acredito que este e a mitologia são o foco 😉

    Boa sorte a todas!

  3. pedro almada disse:

    esse amor deve envolver, necessariamente, uma paixão? Ou pode ser, por exemplo, um jovem que encontrou uma hidra e se tornaram grandes amigos, ou uma menina que foi salva pelo pégaso e agora são companheiros inseparáveis …
    esse tipo de amor… xD
    fico no aguardo.

  4. Olá! Tenho uma dúvida! Quando vocês dizem “sendo que ao menos um deles deve representar o tema do livro”, vocês querem dizer que um dos personagens DEVE ser um personagem mitológico (um deus, filho de deus, vicking, fada etc) ou ele pode só ter relação com a mitologia? Exemplo: foi amaldiçoado por um Deus ou algo assim…

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Um dos dois DEVE ser um personagem mitológico (um deus, filho de deus, viking, fada etc) . Lembrando que pode haver amores homossexuais, ok?

  5. Mayra D. disse:

    Caro Erick,

    Gostaria de agradecer sua retratação e o pedido de desculpas. Também agradeço sua disposição, embora ainda espero que da próxima vez haja um maior interesse nas participantes, afinal, minha pergunta, que questionava justamente sua confusão sobre os deuses nas regras não foi respondida e foi preciso muitos outros comentários e e-mails para finalmente (meses depois) haver um esclarecimento do seus erros (que claramente confundiu muitas autoras).
    Obrigada.

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Agradeço a sua compreensão, procuraremos responder mais ativamente a todos os comentários, a nossa comunicação com vocês é importante pra caramba e é um dos pontos que mais aprecio no trabalho de edição. Abração.

  6. Illyana HimuraWakai disse:

    Olá, Erick.

    Você poderia responder à pergunta da Flávia – mas sem ironias, por gentileza?

    Porque ela, assim como todos os demais futuros interessados, SABE que a participação é opcional e que se quiser participar, terá que seguir as regras. Sua ironia foi totalmente dispensável.

    Me espanta você, na posição de relações públicas junto ao público alvo de um projeto destes, tratar uma escritora possivelmente interessada a fazer parte do mesmo desta maneira.

    Precisava apenas responder à pergunta feita que, de fato, era esta: porque a imposição de se escrever com um Deus no conto, se nas regras NÃO EXISTE MENÇÃO a este tópico tão importante?

    Se devemos nos ater às Regras, NINGUÉM irá inserir, OBRIGATORIAMENTE, um Deus, pois, novamente, esta exigência NÃO ESTÁ nas regras.

    Por gentileza, atenha-se ao que lhe foi perguntado, para evitar maiores dissabores.

    Illyana HimuraWakai

  7. Flavia disse:

    Gente, tá bem confuso o negócio.
    Responderam que o conto precisa ter um Deus, mas nas regras não se fala disso.
    Afinal de contas, precisa ter um Deus ou não?
    Acho que é preciso deixar as regras mais claras.
    Grata

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Cara Flávia, a participação é opcional. Se quiser participar atente-se as regras.
      O que não estiver explicitamente proibido nas regras será considerado. Qualquer outra dúvida é só perguntar.

      • Sobre as regras e deuses mitológicos:

        Cara Flávia e participantes, gostaria de fazer um adendo: houve uma confusão minha sobre a necessidade de haver um Deus. Antes da definição da proposta da coletânea, a ideia era focarmos nos deuses, mas por uma definição dos organizadores Eric Novello e Janaina Chervezan, decidimos manter livre o uso de quaisquer aspectos das mitologias descritas nas regras.
        Porém, a ideia inicial de termos um deus mitológico ficou na minha cabeça mesmo após o fechamento da proposta, por isso da minha confusão e a necessidade da presença de um na trama, o que por esse meu descuido causou dúvidas e aborrecimentos às autoras participantes. Por esse ocorrido, peço desculpas e volto a dizer o que disse à Flavia e aos outros participantes: o que não estiver estritamente proibido nas regras será considerado, ou seja, os deuses não são obrigatórios, mas sim a presença de seres mitológicos ligados às culturas já citadas (greco-romana, nórdica e celta).
        Os materiais que temos recebidos estão muito legais e a ideia é fomentar o exercício de escrita e descobrir novos talentos. Por isso, não hesitem em nos perguntar se houver dúvidas e mesmo que alguma coisa não lhe parecer clara, sempre estaremos dispostos a responder, como o fato de permitirmos romances homossexuais dentro da proposta da coleção.
        Fico à disposição por aqui e por e-mail, obrigado a todas!

  8. […] as regras retiradas do blog da editora: Meu Amor é um Mito será uma coletânea aberta para o envio de contos. A seleção ficará a […]

  9. Cecilia disse:

    Não sabia que só podiam ser usados os Deuses :/
    vou ter que escrever outra então pois tinha escrito sobre as Valquirias

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Submeta o seu conto, não há nenhuma menção aos deuses mitológicos no texto? Se a qualidade do conto for ótima, podemos flexibilizar a proposta. abraços!

  10. vampiros, werewolfs e bruxas podem fazer parte do concurso de contos como personagens principais ?

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Já tivemos um com Vampiros (Meu amor é um vampiro) e teremos um com Lobisomens e Bruxos. Portanto, dessa vez o foco é nos deuses mitológicos e as suas mitologias.

  11. Ana Flávia disse:

    Olá.
    Meu conto só tem mitos, há a necessidade de haver um mortal? É um romance entre dois mitos, sem mortais. Pode?
    Para qual email posso mandar o conto?

  12. Mayra D. disse:

    Olá, primeiro, obrigada por responderem minha primeira pergunta.

    Mas agora fiquei muito confusa! Vcs dão exemplos que dão a entender que podemos abusar da criatividade e explorar vários aspectos das mitologias, entretanto, na resposta para a Laila, diz para focarmos apenas nos deuses! Quer dizer que realmente não podemos usar outros seres, Sereias, valquírias, gigantes, etc?

    Obrigada!

  13. […] campo fantástico foi a primeira vez. Pretendo agora participar do concurso “Meu amor é um mito”,da editora […]

  14. Achei muito legal a proposta, pois adoro estudar mitologia, principalmente as citadas! Vou pesquisar e mandar meu conto sim!

  15. Laila disse:

    Olá! Estou preparando meu conto e me surgiu uma dúvida! O conto precisa ser exatamente sobre um “deus” da mitologia ou pode ser sobre qualquer outros seres citados na mesma mitologia?

  16. Mayra D. disse:

    Olá! Adorei a idéia, espero poder participar.
    Vou cruzar os dedos para ter uma série que envolva folclore/mitologia brasileiro/a!

    [Pergunta]

    O romance tem que ser hetero ou serão aceitos romances homossexuais também?

    Abraços!

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Não vemos problemas em romances homossexuais, só atenção às regras: sem sexo explícito e linguagem apropriada para a proposta, que é algo mais leve e focado no romance.

  17. Olinda Gil disse:

    O meu texto tem 19.000 caracteres a mais… 🙁

  18. Olinda Gil disse:

    Aceitam candidaturas portuguesas?

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Sim, mas o modelo de direitos autorais se baseia em exemplares, não pagamento em espécie, ok? abração!

      • Tay disse:

        Ah, esta era uma dúvida que eu tinha…
        Mas, no caso, Erick, seriam quantos exemplares para cada autora, ou depende das vendas? (Se esse dado pode ser divulgado ao público), e quem mora fora de São Paulo também tem que arcar com o frete?

        Abraços!

        • Erick Santos Cardoso disse:

          Olá, Tay,

          as condições contratuais:
          autor receberá 1% do preço de capa como pagamento de direitos autorais.
          autor receberá 1 exemplar a cada 300 impressos na Tiragem.
          O frete do reparte é por conta da editora.

          abraços.

  19. Camila Leite disse:

    Comecei minhas pesquisas! o/
    Participarei com certeza!
    Beijos, Mila ♥

  20. Camila Leite disse:

    Quando sairá o resultado?
    Já tem data prevista?
    E o livro saí em 2012?
    Beijos, Mila ♥

  21. […] abriu o terceiro volume, Meu Amor é um Mito, para o envio de contos. Nós da Draco já fizemos um post com as regras, então não deixe de espiá-lo antes de convocar suas Musas. Sempre lembrando, o prazo de envio […]

  22. […] Meu Amor é um Mito será uma coletânea aberta para o envio de contos. A seleção ficará a cargo dos organizadores Janaína Chervezan e Eric Novello. Os contos selecionados se somarão ao da autora convidada Ana Lúcia Merege (O Caçador e O Castelo das Águias) nesse volume que desde já promete ser um marco para a coleção. Veja alguns dados importantes no blog da Draco. […]

  23. Munik disse:

    Gostaria de saber por que ainda não liberaram o e-mail de envio.

  24. Munik disse:

    Vão liberar o e-mail dia 15 mesmo?estou ansiosa!

  25. Violet disse:

    Oi de novo, gostaria de saber se tem uma data certa para a liberação do email de envio do conto 🙂

  26. Munik disse:

    Adorei a ideia! Mal posso esperar para abri a data de mandar. Meu conto já está na fase de revisãozinha básica, para ser enviado!!*o*

  27. Lari disse:

    Muito legal a idéia!
    Acho meio torturante mandar algo que a gente escreve pra avaliação e ficar esperando resposta, mas tudo bem…
    Vou tentar, mas não prometo que irei participar.

  28. Shai C. disse:

    Adorei essa de mito. Não consegui participar das outras mas dessa eu participo. Já esotu me fase de pesquisa e organização de idéias. Bom, isso é tudo. Até Novembro.

  29. andrea disse:

    senti falta de outras mitologias… seria uma ótima oportunidade de colocar mitologia afroamericana, quebrar os paradigmas da mitologia européia tradicional =)

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Oi, Andrea! A ideia é termos o foco definido nesse volume, nada impede que um próximo volume explore outras mitologias. bjs!

  30. Amanda M! disse:

    Ah! Fiquei com uma dúvida: pra onde devem ser enviados os textos e quantos textos uma pessoa pode enviar? (entendo que só uma poderá ser publicada, mas podemos enviar mais de um conto para análise?)

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Um conto por vez, Amanda, para todos terem chances iguais. E o e-mail de envio será divulgado perto do período de recebimento, no começo de agosto. Abraços, espero o seu conto!

      • Tay disse:

        Erick, eu quero entender direito: cada uma de nós só pode concorrer com um único conto?

        Mesmo sem mandar os dois de uma vez, mas fazendo uma outra submissão, com um novo conto, não podemos?

  31. Amanda M! disse:

    Com certeza vou participar.
    É uma grannnde oportunidade pra quem escreve, vocês estão super de parabéns!

  32. Lhaisa Andria disse:

    Olá, o conto pode ser escrito em dupla?

  33. Violet disse:

    Gostaria de saber se tem algum problema eu dividir meu conto em três partes ou se ele necessariamente precisa ser corrido.
    E se tem algum problema se passar um pouco dos 30.000 caracteres. Obrigada (:

    • Erick Santos Cardoso disse:

      O conto pode ser organizado como o autor preferir, não há restrições de estilo, contanto que seja um texto em prosa.
      Pode passar UM POUCO dos 30mil, como o conto invariavelmente será editado, a gente ajuda a chegar no tamanho correto. 🙂

  34. Suca Fonseca disse:

    Oie!
    Gostei muito do concurso literário, só tenho uma dúvida : a personagem feminina da história tem que ser “mortal” e o personagem masculino ligado a alguma das mitologias? Não pode ser o contrário?
    Abraço!

    • Erick Santos Cardoso disse:

      O “mito” pode ser o protagonista que ama uma mortal, ou a mortal pode ser o protagonista que ama o mito. A escolha de quem é o homem e a mulher na relação é escolha do autor, também. Obrigado pelo interesse, aguardamos o seu conto.

  35. Me interessei e quando vi que garotos não podem participar fiquei triste D:
    Acho, sinceramente, um grande preconceito, pois hoje em dia o que mais as editoras tentam fazer é estimular que todos os sexos leiam todos os generos escritos por ambos sexos.
    Não acho que foco editorial seja uma desculpa para isso.
    Desculpe se parece grosseiro, mas odiei essa regrinha, muito preconceituosa.

    • Erick Santos Cardoso disse:

      Não há nenhum preconceito com os rapazes, afinal um dos organizadores é homem. Há diversas outras oportunidades para garotos participarem dentro da editora, sem restrição de gênero. Inclusive foi publicado por nós autores que escrevem histórias românticas, temos vários exemplos na Coleção Imaginários.
      Sobre a proposta editorial, é só observar os outros livros da coleção Amores Proibidos, que já tem mais de um ano e dois títulos, Meu amor é um Vampiro e Meu amor é um anjo, e verá que teve, desde o início, a proposta de só ter autoras. Obrigado pelo seu comentário, abração.

  36. Thiago Vieira disse:

    Sacanagem, hein?

    Brinks, boa sorte para as garotas! 😀

  37. Erick Santos Cardoso disse:

    Pelo motivo explicado acima. 🙂 Foco editorial, nada contra os garotos.

    • Cindy Dalfovo disse:

      Ha, eu estava com a página aberta há um tempo e acabei nem vendo que tinham feito a pergunta ali em cima.

      Tá bom… mas eu ficaria curiosa com um conto de romance paranormal escrito por um rapaz :p

  38. Cindy Dalfovo disse:

    Merda, copiei a pergunta/respostado erradas -_-

    A que eu queria saber o porquê é essa aqui:

    “Sou garoto e escrevo bem romance paranormal, posso participar? Não.”

  39. Cindy Dalfovo disse:

    “O meu conto é tão legal, só que ele usa outra mitologia. Posso mandar? Não.”

    Por quê?

  40. Erick Santos Cardoso disse:

    Obrigado pelo interesse!

    Garotos não podem participar por uma simples questão de foco editorial. A coleção tem a proposta de explorar o imaginário feminino e como suas interpretações dos temas vêm à tona dentro do gênero de romance paranormal.

  41. Tainara Kohlrausch disse:

    Me interessei! Vou pensar em uma proposta. Só por curiosidade mesmo, por que garotos não podem participar?

  42. Brilhante a idéia. Com certeza vou começar a preparar meu conto. Parabéns editora por todas as realizações.

  43. Ahhhh que legal!

    Adorei essa dos “Mitos”

    😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *